Volta ao mundo em Bicicleta

Uma voltinha ao mundo de bicicleta? Parece uma boa ideia! E foi o que o que fez o ciclista grego Angelos Georgopoulos, com 29 anos de idade. Saiu da Grécia em 2015, viajou pela Europa, passou pela América e, em 2017, chegou ao continente Africano.

A viagem pelo continente Africano começou no Sudão seguiu-se a Etiópia, Quénia, Tanzânia, Malawi, Moçambique, África do Sul, Botswana, Zâmbia e agora em Julho chegou à Angola.

Com esta viagem Angelos pretendia pretendia conhecer o que se passa ao redor do mundo, perceber as diferenças social e as pessoas no geral e dos 29 países por onde passou, dois influenciaram a maneira como percorreu o resto da viagem: a Colômbia que o fez mudar o tempo limite da viagem de um ano para tempo indeterminado, e a República Centro Africana onde viu muita pobreza e viveu situações muito difíceis.

Angelos conta à Euronews Eu cresci na Grécia, e pensava que a maneira como eu vivi a minha vida, era a mesma em todo mundo… E é muito diferente saber que há pessoas que vivem de outra forma, e é muito diferente passar por esta realidade, e sentir o que é que significa para alguém não ter nenhuma educação, ou o que significa a vida não valer nada em alguns países…”

Angelos deixa Angola no início de Agosto a caminho da República Democrática do Congo, segue-se Gabão e nos próximos anos vai explorar o continente Asiático, e sempre de bicicleta.

Fonte: Euronews

Artigos relacionados

Gafanha da Nazaré | Homem constrói bicicletas de madeira de raiz

Há um senhor, na Gafanha da Nazaré, que constrói (sozinho) bicicletas de madeira de raiz. Diz ser apenas um passatempo, mas as bicicletas são verdadeiras obras de arte.

22 set | Passeio de Bicicleta da Mobilidade (Barreiro)

No dia 22 de setembro, realiza-se o Passeio de Bicicleta da Mobilidade, no Barreiro.

E se recebesse créditos para trocar por produtos biológicos, ao ir de bicicleta para o trabalho?

O WeShare by AYR é um projecto piloto que arrancou esta terça-feira em Matosinhos, integrado na primeira Zona Livre Tecnológica nacional, que tem como princípio compensar os utilizadores de soluções de transporte limpas com créditos transaccionáveis.