Quem quebra mais regras? Ciclistas ou automobilistas?

As bicicletas chegaram para ficar e é cada vez mais frequente vermos bicicletas ao lado dos carros, no trânsito, a irem ou a virem do trabalho. Há automobilistas e ciclistas a infringir o Código da Estrada, mas… Quem quebrará mais regras?

De acordo com a Direcção de Estradas Dinamarquesa, menos de 5% dos ciclistas violam as regras do Código da Estrada, enquanto que 66% dos motoristas o fazem.

Danish Cycling Embassy, uma organização privada sem fins lucrativos, refere que as infracções dos ciclistas são mais visíveis aos olhos das pessoas em geral, enquanto que as transgressões de condutores de automóveis, como velocidade excessiva ou uso do telemóvel ao volante. Além disso, os ciclistas acabam por infringir mais as regras quando não têm infra-estrutura para eles, como revela o SAPO.

No Reino Unido, as estatísticas também indicam que a ideia pré-concebida de que os ciclistas são os que mais violam o Código da Estrada é falsa. A Transport Of London analisou a hipótese de que a maioria dos ciclistas passam os sinais vermelhos e descobriu que 84% deles pára efetivamente, concluindo que a “violação não é endémica”.Alguns dos ciclistas que passam ou antecipam os vermelhos fazem-no, em parte, por razões de segurança pessoal, por exemplo, por medo dos carros ou de um automobilista em particular.

Além disso, cerca de 1700 pessoas morrem por ano nas estradas britânicas – zero a duas dessas mortes são provocadas por bicicletas. Mas quando um caso envolve uma bicicleta ganha uma atenção mediática muito maior.

O jornalista do The Guardian, Peter Walker, refere no vídeo-ensaio partilhado de seguida que “Se queremos tornar as nossas estradas mais seguras, precisamos de mudar a discussão e a atenção dos media das bicicletas para os automóveis, e não é por causa de os condutores serem grandes bandidos, é as percepções, que incluem mitos e mentiras, ajudam a moldar a vontade política e a diplomacia pública. E precisamos de ter um pouco um pouco mais de cortesia uns com os outros [na estrada].”

Fonte: SAPO

Artigos relacionados

Vídeo | 1120: a nova bicicleta Trek de touring com capacidades todo-o-terreno ilimitadas

O modelo 1120 é inspirado na revolucionária plataforma Stache da Trek e foi concebido para enfrentar qualquer aventura.

Trocar os pneus de uma Bicicleta pode ser agora uma tarefa (muito) fácil

ReTyre, uma empresa norueguesa, criou um sistema de revestimentos para pneus de bicicletas que não precisa de ferramentas para ser aplicado — basta deslizar um fecho.

Rui Vinhas | O exemplo de que tudo é possível

Rui Vinhas, ciclista da W52-FC Porto e vencedor da Volta a Portugal em 2016, sofreu ontem uma queda na quinta etapa que o deixou em mau estado, mas mesmo assim continuou.