José Mendes é campeão nacional de fundo de ciclismo

O ciclista José Mendes sagrou-se campeão português de fundo, este domingo, nos campeonatos nacionais da modalidade, em Melgaço.

O corredor, que esta temporada representa a equipa do Sporting/Tavira, e que já tinha vencido este título em 2016, acabou por se revelar mais forte nos últimos metros do trajeto de 197 quilómetros, superando Ricardo Mestre e António Carvalho, que chegaram com dois segundos de atraso em relação ao corredor natural de Guimarães.

O novo campeão nacional disse à TSF que “É sempre uma corrida especial, e nunca se sabe o que vai acontecer. Na parte final, proporcionou-se estar na frente, e fui buscar todas as forças para o último quilometro e felizmente conseguir vencer. Foi uma prova bem disputada, muito dura, em grande velocidade e com adversários de qualidade. Tem sido um ano em que as coisas não estavam a sair tão bem, mas, com o aproximar dos campeonatos, fui-me sentido melhor. A prova do contrarrelógio não correu com queria, mas hoje foi a maior recompensa que podia ter, e que me dá muito ânimo”.

Na fase de aproximação à meta, Ricardo Mestre (W52-FC Porto) tentou surpreender e isolou-se, mas José Mendes não o perdeu de vista e nos últimos 50 metros ultrapassou o algarvio, que já não teve pernas para se defender, apesar do apoio de António Carvalho (W52/FC Porto), que também arrancou nos últimos metros, mas também não evitou o triunfo do ciclista que defende as cores do Sporting/Tavira.

Além José Mendes, que venceu o título na prova de fundo, em elites, José Gonçalves, na mesma categoria, sagrou-se campeão nacional de contrarrelógio.

Nas vertentes sub-23 e feminino, João Almeida e Daniel Reis, respetivamente, estiveram em destaque ao fazerem a ‘dobradinha’, vencendo os títulos de fundo e contrarrelógio, nestes campeonatos nacionais de ciclismo que se realizaram em Melgaço.

Fonte: TSF

Artigos relacionados

23 set | Lisboa vai ter 600 bicicletas estáticas para poder pedalar!

No dia 23 de setembro pode pedalar numa das 600 bicicletas estáticas que vão estar em frente ao Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa, gratuitamente.

Rota: À descoberta de Salir do Porto, Foz do Arelho e Lagoa de Óbidos

Leia o texto completo de Nelson Grulha na edição de janeiro da revista Bikes World, que está nas bancas, e descubra Salir do Porto, Foz do Arelho e Lagoa de Óbidos, da zona oeste.

Mais cooperação entre a UCI e Shimano para reforçar acções de ciclismo solidário

A Shimano Inc. fez uma doação de 50 Ultegra Di2 para o programa de ciclismo solidário da UCI, com o intuito de ajudar a providenciar mais treinos, em regiões do mundo que necessitem de mais apoio no ciclismo.