BH AtomX Carbon – mais leve para ir ainda mais longe, e de forma mais rápida: a elite do e-MTB

A gama de ebikes AtomX da BH Bikes dispensa quaisquer apresentações. Foi lançada no mercado há alguns meses para quebrar todos os padrões. Repleta de novas tecnologias, rapidamente se converteu numa referência no segmento do ciclismo de montanha elétrico mais exigente. Contudo, mantiveram alguns “ás na manga”. Apostaram na leveza e, sobretudo, na máxima rigidez para criar um modelo de elite das e-MTB. Já o carbono integrado permitiu elevar o quadro da BH AtomX para outro nível. Deram vida à BH AtomX Carbon, um modelo concebido para os mais exigentes.

A BH Bikes não teve quaisquer dúvidas. Todos os seus anos de experiência no tratamento e produção de quadros para bicicletas de montanha convencionais teriam de se refletir também na sua gama de ebikes. Como tal, o quadro integra a tecnologia Hollow Core Internal Molding que permite criar quadros de MTB com menos de 1 kg. Um processo exclusivo da BH Bikes que consegue compactar ao máximo as fibras e controlar a espessura em cada ponto do quadro. Em suma, cada milímetro foi concebido com atenção ao mais ínfimo detalhe. E o primeiro produto a concretizar esta visão na oferta de ebikes da marca é o modelo AtomX Carbon. Todos os componentes do novo quadro são fabricados em fibra de carbono. Não só o triângulo principal, como também a biela e a traseira. O primeiro resultado visível e facilmente palpável é o peso. Esta versão é cerca de 50% mais leve do que a versão em alumínio. Mais de 2 kg a menos no coração da bicicleta.

Embora a  leveza seja a característica mais fácil de medir, há um ponto tão ou mais importante, que foi melhorado com a utilização do carbono: a rigidez. As exigências estruturais de uma e-MTB são muito mais elevadas do que as de uma MTB convencional. E é aqui que as vantagens do carbono são evidentes. Tanto que a rigidez do triângulo traseiro aumentou cerca de 123%. Durante a condução, isto traduz-se em traços mais precisos e uma sensação de maior proximidade ao terreno. É todo um novo mundo de sensações.

A utilização do carbono serviu ainda para potenciar ainda mais a estética única das AtomX da BH Bikes. Claramente, poucas e-MTB têm um carácter tão acentuado como as AtomX, um carácter reconhecido por todos graças às suas linhas únicas. As novas possibilidades oferecidas pelo carbono relativamente às formas converteram o design único das AtomX numa obra de arte. Linhas mais fluídas e juntas mais suaves que contrastam com o look agressivo desta gama. Além disso, a utilização de carbono possibilitou ainda a integração de um novo guia para o espigão telescópico, mais direto e com menos fricção, além de ser mais fácil de instalar. No que diz respeito à integração do motor, foi utilizada uma nova estrutura que permite eliminar o ruído e isolar o motor e as ligações.

novo motor Brose S Mag junta-se ao estreitamento global das AtomX Carbon. É cerca de 15% mais leve e compacto do que o modelo Brose S Alu graças à sua construção em magnésio. O resultado é um motor com apenas 2,9 kg e uma fiabilidade e desempenho comprovados. Os motores Brose S são célebres pelos seus níveis de ruído altamente reduzidos e, sobretudo, pela sua resistência praticamente nula durante a condução sem assistência. As suas várias opções de personalização, o seu ponto de operação ideal a altas rotações (de 90 até 120 rpm) e a sua capacidade de obter um centro gravitacional baixo tornam-no na melhor opção do mercado para criar uma e-MTB de alto desempenho como a BH AtomX Carbon.

A  todas estas novidades somam-se as tecnologias de última geração já integradas no modelo BH AtomX em alumínio. Suportadas pela utilização de baterias de 720Wh com uma espetacular autonomia de até 155 km. Dispõe ainda das células com a maior densidade energética do mercado (5Ah por célula), que permitem criar um tubo diagonal com a secção mais reduzida jamais vista. Além disso, integra também o sistema Smart Key Bracelet para remover a bateria através de uma pulseira pessoal, sem necessidade de chave. E, se a tudo isto somarmos a tecnologia Automatic Care System destinada a prolongar a vida útil da bateria (ainda que não seja utilizada durante longos períodos de tempo), estamos perante a e-MTB com o sistema de alimentação mais completo, compacto e duradouro de sempre.

Head Up Display, o monitor a partir do qual é possível controlar toda a informação da BH AtomX Carbon, é composto por alumínio reforçado para aumentar a sua resistência. Dispõe de conetividade com smartphones e, graças ao seu visor a cores de 2,8″, a visualização é extremamente fácil. Trata-se de uma unidade que funciona com o sistema operativo Linux e com uma potência pouco habitual em e-bikes graças aos seus 256 MB de memória RAM e ao processador Cortex A7. A parte “elétrica” da AtomX Carbon é completada por um telecomando ergonómico que possui indicadores LED e um modo de vibração, cujas funções podem ser configuradas facilmente.

E no que diz respeito à parte puramente “biker”, a BH AtomX Carbon dispõe de uma geometria progressiva que oferece uma sensação de condução muito semelhante à da gama Lynx tradicional. Importa ainda referir que as escoras possuem apenas 460 mm. Além disso, oferece dinamismo, segurança e comodidade – características herdadas das suas irmãs já consolidadas de Enduro e de trail. Contudo, é indubitavelmente o sistema de suspensão Split Pivot (com 150 mm), patenteado pela BH, que permite diferenciar as AtomX Carbon. Um sistema capaz de dar vida aos modelos de XC de dupla suspensão mais eficientes e sensíveis e aos modelos de Enduro mais agressivos e absorventes. O ponto chave: a separação das forças de pedalada, de travagem e de suspensão. Tudo graças ao ponto de viragem localizado mesmo no eixo por cima da roda. Um traço distintivo inconfundível da gama de suspensão dupla da BH Bikes.

Menos  peso e mais rigidez são os pilares da nova experiência de e-MTB oferecida pelas BH AtomX Carbon. Permitem-lhe chegar mais longe. Guiar mais rápido. E sentir mais seguro em todos os tipos de terreno. Uma nova dimensão no mundo do e-MTB pelas mãos da BH Bikes.

Para mais informações, veja AQUI.

Artigos relacionados

Bicicleta sem corrente | O meio de transporte para o ciclista do futuro

A CeramicSpeed lançou a Bicicleta sem Corrente, em parceria com o Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade do Colorado.

Trek apresenta a nova Émonda ALR

A Trek lançou uma nova Bicicleta de Estrada, que junta qualidade com estética. A nova Émonda ALR é o topo de gama em alumínio.

Specialized Venge – A nova forma de velocidade

Foi na Áustria, mais precisamente em Innsbruck, local onde serão os próximos campeonatos do mundo de Estrada, que tivemos o prazer de assistir em exclusivo à apresentação desta fantástica bicicleta.